quinta-feira, 29 de março de 2012

Redescubra o Prazer em Ouvir Discos



Hoje em dia a parafernalha digital dita as regras de como fazemos para ter acesso aos benefícios intangíveis por ela disponibilizados. No tocante à música, os meios são vastíssimos!

Assim, com a tecnologia digital, nossa relação com a música se tornou muito íntima, e por vezes até insignificante. Ela está presente em nossas casas, carros, computadores, video-games, celulares e bolsos. E nos acompanha em quase todas as atividades cotidianas: no banho, no restaurante, numa reunião de familiares e amigos, etc...

A facilidade é tamanha, que com ela somos influenciados a gostar do artista X, do grupo Y, e acabamos mesmo induzidos a mudar de certa forma nosso padrão comportamental.

Tudo isso é prático, mas existe também um outro lado:

A música reproduzida por meio analógico (discos de vinil) possui uma característica que nenhum aparelho digital consegue imitar. É uma música que integra o ambiente, mais gostosa de se ouvir. Com essa tecnologia não é preciso aumentar o volume para sentir que a música preenche o espaço. Ela é mais introspectiva, harmoniosa.

O meio analógico conquistou a fidelidade de um público que valoriza isso. Hoje são pessoas de diferentes gerações que praticam a "boa audição" da música, que permitem-se deliciar com a diversidade de gêneros, cantores, instrumentistas, grupos e orquestras. Pessoas que incorporam esse hábito ao seu cotidiano e ganham com isso o tempo que o dinheiro não compra.

Um tempo no qual aflora o prazer e a interação entre ouvinte, música e espaço!

Só no Rio de Janeiro, a quantidade de sebos especializados em vinis e movimentos culturais que associam suas atividades ao disco é incrível. E o mercado não deixou de fornecer equipamentos novos, tais como pick-ups e agulhas. Trata-se aqui não de uma redescoberta, mas de uma constatação da limitação do meio digital.

Assim, espero deixar um ponto para indagação, onde você, leitor, poderá questionar o papel da música no seu cotidiano. Se aceitar uma sugestão, digo que aproveites o melhor da praticidade do meio digital e da qualidade do analógico. Boa audição!




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

sábado, 24 de março de 2012

Yassir Chediak



Yassir Chediak integra a nova geração de violeiros, mas com um cadinho de novidade: no lançamento de seu CD solo "A Viola e o Mar", ele estreita a relação do instrumento com o litoral.

Isso porque a viola que conhecemos está caracterizada por suas manifestações no interior do Brasil, sempre aquelas associadas às paisagens bucólicas das regiões rurais. E o Yassir lançou esse trabalho aprumado pelos ventos marejantes do litoral.

Historicamente, a viola foi trazida ao Brasil no período de colonização, pelos portugueses. Era o instrumento que os jesuítas utilizavam para catequisar os índios, e que, com o tempo passou a ser fabricada aqui em terras tupiniquins. Há relatos antigos que descrevem que ela era popular em diferentes regiões do país, inclusive no Rio de Janeiro. Mas, o tempo novamente se manifestou e a viola mantém um cordão umbilical com as regiões interioranas, de características rurais e vida mais simples.

Acho que o próprio tempo é o causador dessa situação. Não dá para se sentir deliciado pelo instrumento com a correria das grandes cidades, e aquela agitação, estresse, e tudo mais.

O passo é outro...


O Yassir fez um belo show em 2010, acompanhado pelos músicos Ramon Araújo (violão) e Thadeu Romano (sanfona). Separei os melhores momentos dessa apresentação abaixo.













Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

quinta-feira, 22 de março de 2012

Los Tarantos



Um espetacular filme de 1963 dirigido pelo espanhol Francisco Rovira Beleta, "Los Tarantos" foi inspirado na obra de Alfredo Mañas e no romance "Romeo e Julieta", de William Shakespeare.

Juana La Zoronga e Rafael El Taranto são dois jovens amantes ciganos condenados a renunciar essa paixão por conta da inimizade entre suas famílas. Juana conquista o respeito da mãe de Rafael, Angustias, porém seu pai Rosendo não aprova o romance entre os namorados.

Assim, Rosendo promete a mão de sua filha a seu colega Curro, que agride a jovem por suspeita de que tenha se encontrado com Rafael. O drama, situado em Barcelona, acaba em morte, e parece que este fato mudará a relação entre ambas as famílias.

O filme mostra a cultura espanhola de forma muito tradicional, pelo menos para a época, e conta com a brilhante participação da Carmen Amaya (1913-1963) interpretando a matriarca Angustias.

Amaya é considerada uma das maiores dançarinas de flamenco da história. Assistí-la dançar é mágico!

Segue abaixo um trecho do filme com Carmen Amaya e outro vídeo da dançarina em performance, no documentário "El Granizo Sobre Los Cristales", de David Prats.










Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

sexta-feira, 9 de março de 2012

CONE(CS)ONS no Rio de Janeiro - 20 e 25 de março 2012



O mês de março está com uma ótima programação na Caixa Cultural do Rio de Janeiro. O destaque vai para o projeto Cone(CS)ons. A proposta dos encontros aqui realizados é promover o diálogo musical entre artistas do Brasil, Itália, Argentina e Portugal.

Dentre os shows promovidos pelo projeto, destacam-se encontros inéditos e outros já consolidados. A iniciativa prima pela diversidade e induz o contraste sonoro em pequenas nuances, que temperadas pelas interpretações distintas de cada artista, formam sabores exóticos e convidativos. Portanto, essa programação é uma excelente oportunidade para se deliciar com ouvidos abertos!


Agenda:
  • Dias 20 e 21 de março - Guinga e Gabriele Mirabassi (violão & clarineta)
  • Dias 22 e 23 de março - Cecilia Stanzione e Mário Sève (a Cantante & o Chorão)
  • Dias 24 e 25 de março - Chico Lobo e Pedro Mestre (Mineiros & Lusitanos)

Todos os espetáculos tem início às 19h (Teatro de Arena).

A Caixa Cultural fica na Avenida Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca). Os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia), para maiores informações o telefone é (21) 2544-4080. Classificação indicativa: LIVRE.








Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

segunda-feira, 5 de março de 2012

Melhores Momentos do X-Tudo Cultural 2011



O X-Tudo Cultural reafirmou-se em sua segunda edição como um projeto inovador que potencializou a diversidade artística do Estado do Rio de Janeiro. A mostra reuniu artistas e profissionais das música, dança, teatro, artes plásticas e cinema, e promoveu uma grande festa durante o período de 13 a 30 de julho de 2011.

Contando com seleto grupo de artistas das mais variadas expressões e linguagens, a mostra apresentou para a cidade do Rio de Janeiro as diferentes realidades culturais que co-existem e se integram; revelando assim um extenso mapeamento da dinâmica social fluminense.

Em primeira mão, divulgo abaixo o vídeo que traz os melhores momentos da programação musical dessa gostosa celebração. E em 2012 virá mais, participem!

Para acessar o video na íntegra clique aqui.







Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao