quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Concertos Virtuais UFRJ

Crédito: Carlos Sadicoff/Divulgação


A química entre música e internet já é comprovadamente uma mistura que deu certo. Temos aos montes blog´s, sites, páginas com vídeos e fotos, e tudo regado com música...

Dentre algumas iniciativas que despontam, vale destacar o projeto realizado pela Coordenadoria de Comunicação do Gabinete da Reitoria e do Setor de Comunicação da Escola de Música, ambos componentes da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

O projeto Concertos Virtuais UFRJ está disponiiblizando gratuitamente pela internet a gravação de conertos musicais realizados na Escola de Música da UFRJ, a mais antiga instituição de ensino musical do país. Com a iniciativa, a UFRJ difunde sua produção musical da forma mais democrática possível.

Para assistir na íntegra ao primeiro video publicado pelo projeto, a Sinfonia Nº 35 em Ré Maior, de W. A. Mozart, interpretada pela Orquestra Sinfônica da UFRJ e regida pelo Maestro Felipe Prazeres, clique no link abaixo.


W. A. Mozart, Sinfonia Nº 35 em Ré Maior, Haffner
W. A. Mozart, Sinfonia Nº 35 em Ré Maior, Haffner 




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

A Guitarra Portuguesa



Guitarra portuguesa, um instrumento muito relevante para a cultura de Portugal que mantém semelhanças com o bandolim brasileiro. A guitarra tem sua origem no século XVI e possui emprego muito característico no fado.

Com relação à guitarra e ao fado, podemos notar a familiaridade e relação destes com o choro brasileiro.

Segue abaixo uma interessante entrevista do músico Pedro Caldeira Cabral, que revela a história desse belo instrumento. Além da entrevista, para o deleite dos leitores, também selecionei dois videos de jovens músicos que se dedicam à guitarra.










Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Encontro "O Violão Carioca" no CCJF




A cidade do Rio de Janeiro revelou em seus palcos, ao longo de décadas, inúmeros expoentes da música, artistas que se projetaram no cenário nacional e internacional acompanhados do violão. O programa de palestras e performances “O Violão Carioca” quer difundir a produção musical da cidade, apresentando as influências que nortearam violonistas e compositores que elegeram o violão como instrumento de criação. Busca-se, nestas apresentações, relacionar os elementos constitutivos da paisagem cultural da cidade, tendo o violão como referência, sua importância, suas intercessões, seus representantes e divulgadores.

No próximo dia 21 de novembro, às 15h30min, faremos o primeiro encontro no Centro Cultural Justiça Federal da extensa programação prevista para o ano de 2013. A palestra inaugural e as apresentações musicais contam com direção artística de Bartholomeu Wiese, coordenação de Fábio Neves, produção de Mauro Band e tem como convidado especial o violonista Fabrício Eyler.


PROGRAMAÇÃO MUSICAL

Interrogando (João Pernambuco)
- Fábio Neves

Lamento do Cantador Nordestino (Nicanor Teixeira)
- Fabrício Eyler

Mourão (Guerra-Peixe)
- Fábio Neves e Fabrício Eyler

Melodia dos Cinco Irmãos (Ricardo Tacuchian)*
Estudo n. 7 (Luiz Otávio Braga)
Chacarera Con El Cinco (Arturo Medina)*
- Bartholomeu Wiese


* Estreia mundial



SERVIÇO
Atração: Palestra ilustrada "O Violão Carioca"
Local: Centro Cultural Justiça Federal - Sala de Sessões
Endereço: Avenida Rio Branco, 241, Centro, Rio de Janeiro/RJ (Metrô Cinelândia)
Data: 21/11/2012
Hora: 15:30hs
                               Telefone: (21) 3261-2567 / 3261-2552




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao



Licença Creative Commons
As fotografias desta publicação de Fábio Neves, foram licenciadas com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial 3.0 Não Adaptada.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem ser concedidas através de contato direto com o autor em http://www.fabionevesviolao.com.br/.

Diversidade na Música do Duo Pinho Brasil

Fonte: página oficial do compositor


A construção da identidade do PINHO BRASIL passa por um processo inicial de reflexão que parte da premissa de que esse é um projeto vivo. Por ser vivo, a abordagem desse trabalho tende a ser dinâmica e receptiva a novas influências. Assim, considerando a peculiaridade instrumental e o coração nacionalista do duo, a manutenção de seu repertório leva em conta a miscigenação do povo brasileiro e procura dar voz às diferentes etnias que deram forma à cultura musical brasileira e suas peculiaridades regionais.

No video abaixo, Fábio Neves (violão) e Márcio Valongo (bateria) interpretam a música Maracanã, do contemporâneo Ivan Paparguerius. Maracanã é o terceiro movimento de uma suite que o compositor e violonista escreveu em homenagem à cidade maravilhosa. Botafoguense, Ivan trouxe à música suas memórias de infância como torcedor e frequentador do estádio Mário Filho.

Aqui, o duo interpreta Maracanã numa versão mais cadenciada.







Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

Arte em Foco Entrevista Prosa de Violas

Fonte: Soul Cuiabano


Os músicos do Prosa de Violas foram os entrevistados da última edição de outubro do programa Arte em Foco. Nessa conversa descontraída, Fábio Neves e Eduardo Machado falaram sobre os instrumentos utilizados nesse trabalho, as violas caipira e de cocho, e a atuação desses instrumentos no Rio de Janeiro.

A dupla criou essa proposta musical em 2011, visando ampliar a difusão do universo cultural das violas caipira e de cocho no Estado do Rio de Janeiro.

Assista ao programa e conhece a viola caipira, a viola de cocho e o Prosa de Violas!






Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

sábado, 27 de outubro de 2012

Clipe Musical Produzido com Efeitos Visuais



Sabemos que muitos dos clipes musicais são produzidos com um tratamento cinematográfico. Mas o que dizer do video abaixo produzido pela David Perry Films...

O violonista Michael Lucarelli idealizou um ambiente inóspito como cenário para sua interpretação de Malagueña, mas isso não é tudo. Tem um detalhe nas filmagens que chama bastante atenção. Será que você consegue descobrir qual é?







Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Prosa de Violas no CCJF



Em novembro, a atração da série Sessão de Música será o Prosa de Violas. Na ocasião, apresentaremos o recital com obras de domínio público e autores nacionais, explorando a temática das violas caipira e de cocho.

O Prosa de Violas foi criado em 2011, por mim e pelo ator e violeiro Eduardo Machado, e desde então mantemos uma agenda de espetáculos em diferentes espaços culturais do Rio de Janeiro. Para a série, selecionamos um repertório especial que privilegia a execução acústica dos instrumentos na Sala de Sessões do Centro Cultural Justiça Federal.

Num encontro intimista, músicos e público viajarão embarcados na sonoridade envolvente das violas.



SERVIÇO
Espetáculo: Prosa de Violas
Atração: Eduardo Machado e Fábio Neves
Local: Centro Cultural Justiça Federal - Sala de Sessões
Endereço: Avenida Rio Branco, 241, Centro, Rio de Janeiro/RJ (Metrô Cinelândia)
Data: 14/11/2012
                                Hora: 15hs
                                Telefone: (21) 3261-2550



Foto: Adriane Santi


Foto: Adriane Santi




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

sábado, 20 de outubro de 2012

A Diversidade da Fusão Musical

Cossacos (Wassily Kandinsky)


Um aspecto muito interessante na música é o livre intercâmbio que a mesma admite. Diferentes linguagens, modos e sons são intercambiados e experimentados em outros contextos culturais. Já a algum tempo esse tipo de recurso tem sido bastante explorado pelas telenovelas da Rede Globo, por exemplo.

A visualização dessa prática pode ser percebida em diferentes contextos históricos, como por exemplo nas músicas carnavalescas dos blocos de rua do Rio de Janeiro, em meados de 1910. Na época, o Samba ainda não existia como linguagem musical consolidada e os carnavais eram animados ao som de maxixes, polcas e também por ritmos americanos, como o Foxtrot.

Gosto de pesquisar essa prática em outras culturas, pois assim consigo entender com mais clareza como algumas fusões acontecem. Numa dessas pesquisas achei os dois videos que deixei como exemplo abaixo. A música de um francês que canta ao som de um instrumento típico do continente africano e o mesmo instrumento sendo tocado dentro de um monastério.

Inusitado, não?



Stranded Horse | Le Bleu et l'Ether | A Take Away Show from La Blogotheque on Vimeo.



Kora from Michal Siebeneichen on Vimeo.




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

Evolução do Mercado da Música



Através do site Cultura e Mercado tive conhecimento sobre um video produzido pela agência Simply Zesty, especializada em mídias sociais, que mostra a evolução do mercado da música e evidencia as principais transformações a partir do lançamento e popularização de novas tecnologias.


As informações apresentadas pela agência são de grande utilidade para estudantes, músicos, produtores, gestores e demais interessados no assunto, uma vez que proporcionam dados curiosos, que podem contribuir para que esses importantes agentes reflitam mais e mais sobre o mercado atual e suas possíveis tendências.

Vamos construir um futuro cada vez melhor?



The Evolution of Music - Statistics from SimplyZesty on Vimeo.




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Canção do Buriti



Após o sucesso do Projeto Douradinho, a Caraminholas Produções realizou em 2012 o projeto Buriti Viola.

Idealizado para fomentar a produção textual e a leitura dos alunos da rede pública de ensino, no Estado do Tocantins, o Buriti Viola resgata um dos instrumentos musicais mais relevantes e originais da cultura da região - a Viola de Buriti - para transformá-la num poderoso instrumento de inclusão social para o desenvolvimento local.

Com isso, a convite dos amigos Alexandre Malaguti, André Comber e Thiago Cascabulho, fizemos o arranjo musical da Canção do Buriti (Thiago Cascabulho/Érica Alves), e gravamos a canção para compôr a trilha sonora do documentário sobre o projeto. Os parceiros nessa atividade foram o ator e violeiro Eduardo Machado (viola caipira e viola de cocho) e a cantora Érica Alves.

Segue abaixo o video com os bastidores da gravação da trilha.






Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

Os Mais Famosos Cabarés de Paris

Fonte: Paradis Latin


O viajante que tiver planos de conhecer Paris não pode deixar de incluir na sua programação uma visita aos famosos cabarés da cidade. O Moulin Rouge e o Paradis Latin Cabaret são duas ótimas opções. Ambos oferecem programações bastante procuradas por turistas de todo o mundo, o que exige que a compra de ingressos seja feita com certa antecedência.

O Moulin Rouge (Moinho Vermelho) foi construído em 1889 e está situado na Boulevard de Clichy, em Pigalle, aos pés do Montmartre. Esse tradicional cabaré tem a sua história ligada à boemia parisiense, produzindo espetáculos a mais de cem anos. Atualmente a casa oferece diferentes atrações e inspirou a criação de outras tantas casas de espetáculos mundo a fora, além de ser a inspiração para o filme homônimo, dirigido por Baz Luhrmann e vencedor de 2 Oscars.

Já o Paradis Latin fica na Rue Du Cardinal Lemoine, nº 28, na margem esquerda do Rio Sena. Este célebre cabaré também tem uma grande história. A construção do Teatro Latin foi determinada pelo então Primeiro Ministro da França, Napoleão Bonaparte, e realizada também em 1889 por Gustave Eiffel, um famoso engenheiro francês que também participou das construções da Torre Eiffel, em Paris, e da Estátua da Liberdade, em New York/EUA.

Os mais interessados em conhecer esses tradicionais cabarés de Paris pode assistir as apresentações abaixo. Divirtam-se!










Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

Mulher Rendeira por Duo Pinho Brasil - Ao Vivo no BNDES

Foto: Carol de Hollanda


O tema musical "Mulher Rendeira" é bastante conhecido por todos e tornou-se um dos hinos da música brasileira. A origem de sua criação é bastante controversa, sendo sua autoria atribuída por alguns pesquisadores, tais como Frederico Bezerra Maciel e Câmara Cascudo, a Virgulino Ferreira da Silva, conhecido popularmente como Lampião.

Não existe um consenso sobre a autoria dessa obra, mas para todos os efeitos a música está oficialmente registrada sob a autoria de Alfredo Ricardo do Nascimento, o Zé do Norte.

No Duo Pinho Brasil, eu e o Márcio interpretamos uma versão adaptada da Mulher Rendeira, a partir de um arranjo para violão escrito pelo músico e compositor Marco Pereira. Com o passar do tempo, notamos que o arranjo admitia mais do que um diferencial, algo que pudesse caracterizar a performance do duo e transmitir a mensagem que queremos passar com essa música. Assim, agregamos à estrutura do arranjo, o texto da música "O Violão", de criação de Paulo César Pinheiro e Sueli Costa, recitado pelo ator e violeiro Eduardo Machado. Confira!







Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Petr Spatina - O Talento da Harpa de Cristal



Petr Spatina, natural da república tcheca é um músico audacioso. Descobriu o som dos cristais depois do acordeon e do piano, e ficou mundilamente conhecido após participar de uma propaganda da Skoda Auto (fabricante européia de automóveis).

Ele desenvolveu uma técnica peculiar,a partir do uso de 33 copos que soam as notas musicais, de acordo com a quantidade de água que cada um recebe. Um detalhe curioso é que para as filmagens do comercial, Spatina teve ao seu dispôr nada menos que 597 copos de cristal da Schott Zwiesel que figuram entre os mais caros do mundo.

Seu talento é tão fascinante que ouvi gente duvidar que fosse real, afirmando se tratar de algum tipo de montagem de computador. Até poderia ser, mas garanto que não!



SKODA SUPERB GLASS HARP from Sehsucht™ on Vimeo.






Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

sábado, 25 de agosto de 2012

KORA - A Minha Harpa Africana

Fotografia: Fábio Neves


Recebi nessa semana o instrumento que encomendei do luthier Fabio Simões: um Kora; uma espécie de harpa rústica muito empregada na música nativa da região do oeste africano.

Venho pesquisando sobre esse instrumento a cerca de um ano. E meu interesse gira em torno do trabalho que faço com o Márcio Valongo, no duo Pinho Brasil.

Espero utilizar o Kora para explorar recursos complementares aos já empregados com os violões de 6 e 8 cordas e com a viola caipira. Isso porque o instrumento oferece uma sonoridade peculiar, relacionada à música modal e assim pode caracterizar novas ambiências para o trabalho do Pinho Brasil.

Para a seleção de repertório do duo, apostamos na contraposição entre recursos musicais dos mais rebuscados e diversos aos minimalistas e cíclicos. Como exemplo de recursos rebuscados, cito os arranjos executados nos violões de 6 e 8 cordas e a beleza dos ponteados extraídos da viola caipira. Assim, a inclusão do Kora abre novas possibilidades para a música minimalista; ele oferece riqueza ao nosso trabalho, pois caracteriza um outro continuum na temporalidade musical explorada na nossa linguagem.

Como isso tudo ainda é uma novidade para mim, separei abaixo um video que exemplifica o processo de incorporação desse instrumento por um músico adaptado à uma cultura e linguagem diferentes. Por sinal, a música é muito tocante!



Stranded Horse | Le Bleu et l'Ether | A Take Away Show from La Blogotheque on Vimeo.




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao



Licença Creative Commons
As fotografias desta publicação de Fábio Neves, foram licenciadas com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial 3.0 Não Adaptada.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem ser concedidas através de contato direto com o autor em http://www.fabionevesviolao.com.br/.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

BlackFly by Wade Hemsworth



Essa é uma inusitada canção folclórica que narra uma batalha entre o cantor e compositor canadense Wade Hemsworth e a mosca negra, durante o verão em Ontário do Norte. Essa espécie de mosca é a mesma dos desenhos do Pica-Pau, aquela dos enxames que seguem suas vítimas transloucadamente.

O que achei interessante é que a partir dessa história, o diretor Christopher Hinton fugiu dos clichês cinematográficos e criou esse divertido filme de animação em 1991, uma animação original que faz jus à produção da National Film Board of Canadá.







Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Prosa de Violas Neste Sábado

Fotografia: Adriane Santi


No próximo sábado estaremos fazendo a segunda apresentação do Prosa de Violas no Centro Cultural Parque das Ruínas. Esse trabalho foi idealizado por Eduardo Machado (viola caipira, viola de cocho) e Fábio Neves (viola caipira) e conta com uma seleção inédita de músicas instrumentais e canções que marcam o universo cultural da viola em diferentes regiões do Brasil.

Foi com grande satisfação que recebemos ótimas críticas por parte do público, presente na apresentação do dia 14/07. E como na música as experiências são cumulativas, o Prosa de Violas, criado em 2011 pela dupla, vem confirmando as expectativas de mobilizar pessoas com o objetivo de reuní-las ao som da viola para saborearem um gostoso passeio musical genuinamente carioca.







Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

terça-feira, 17 de julho de 2012

Após Pinho Brasil - Madeira de Lei



No espetáculo que fizemos na última quinta-feira, dia 12/07/2012, no Auditório do BNDES, no Rio de Janeiro, apresentamos o "Pinho Brasil - Madeira de Lei" com um repertório delicioso. Com obras escolhidas a partir de um mapeamento de compositores brasileiros, interpretamos alguns clássicos entremeados com músicas de linguagem mais contemporânea.

Dentre os compositores tocados pelo duo Pinho Brasil, estiveram presentes na apresentação os violonistas Ivan Paparguerius e Bartholomeu Wiese. Deixo aqui manifestada a minha satisfação em beber da água dessa fonte! Esses caras fazem muita música boa...

Igualmente brilhantes, os convidados Du Machado e Ramon Araújo deram um show a parte.

A equipe de profissionais envolvidos com a produção do espetáculo contou ainda com a fotógrafa Carol de Hollanda, que assina a imagem dessa publicação; Liane Varsano, nossa assessora de imprensa; Gugu da Pro-Áudio (sonorização); Careca e Russinho da D5 Produções (iluminação); e os parceiros da COLABORATIVA (Daniel Zandoná) e da COMUNICARTE (Marcio Schiavo).

Ao público presente, atribuimos a responsabilidade por tornar essa apresentação única. E esses momentos únicos são o grande tesouro que carregamos em nossas vidas!




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

terça-feira, 3 de julho de 2012

Hermeto Pascoal - O Ato de Criação



Esse documentário de Marília Alvim, publicado em 2008, lança o olhar sobre o ato criativo de um dos maiores músicos da atualidade, o mago Hermeto Pascoal.

O que achei de mais interessante no documentário foi justamente essa ideia de retratar o músico durante o seu ato criativo. O Hermeto coseguiu transpor o limiar entre o aspecto humano e o musical. Na sua pessoa esses dois objetos se misturam, numa simbiose que revela novos níveis de consciência. Sem dúvida, o documentário lança o testemunho de uma experiência transpessoal.






Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Marcio Bahia - Para Além do Impulso da Música Brasileira



Esse é dos caras na música que transformou seu instrumento numa verdadeira extensão do seu corpo e mente, e vem ao longo de quase 40 anos de carreira transformando e impulsionando a música brasileira, para brasileiros e representando nossa cultura em diversas cidades do exterior.

Marcio Bahia nasceu em Niterói e desde o final da década de 70 vem assinando sua trajetória percussiva. Dono de um estilo inconfundível, Marcio atua desde 1981 na banda do Hermeto Pascoal e já acompanhou um sem número de outros grandes nomes da nossa música instrumental. O currículo é longo!

Assistir sua performance é um barato, já tive algumas oportunidades e o que mais curto é que diferentemente da maioria dos bateristas o Marcio toca quase que "espiritualmente", com movimentos mínimos e precisos. A sensação que passa é que ele não imprime força na sua "pegada", mas mesmo assim tira muito som da bateria.

Por isso, assistir sua apresentação é mais do que ouvir música. É entrar na música e aprender que o muito se tira do mínimo.













Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Um Show de Violão!



Acho interessantíssima a relação que emerge entre o artista e sua arte. Digo emerge, pois em alguns casos parece que essa relação cresce espontaneamente e alheia a qualquer tipo de adversidade, seja de ordem econômica, social, psicológica ou até mesmo por limitações físicas.

Em Botswana, por exemplo, um país da região sul do continente africano, os problemas econômicos, sociais e a seca não são capazes de impedir a manifestação criativa de alguns músicos. A criatividade parece nata entre esse povo, e surge a partir dos mínimos elementos disponíveis.

Deixo abaixo uma referência que ilustra bem o assunto. Ronnie, um violonista que seduz com sua música e performance.







Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

terça-feira, 19 de junho de 2012

O Cavaquinho



O programa "Acontece no Rio Especial" é dedicado aos grandes temas de interesse da cidade do Rio de Janeiro. Nessa edição, o jornalista Luiz Lobo mergulha no universo do Cavaquinho, o instrumento musical tradicionalmente empregado no Samba e no Choro cariocas.

Para isso, o time de entrevistados conta com grandes nomes do instrumento e da música carioca, dentre eles Luciana Rabello, Henrique Cazes, Altamiro Carrilho, Otacílio de Oliveira (luthier) e Pedro Amorim.

Esse é um importante registro sobre a história do cavaquinho, contado deliciosamente por importantes profissionais que dedicam suas vidas à música. Assita ao programa na íntegra, logo abaixo.







Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

sábado, 9 de junho de 2012

Prosa de Violas no Parque das Ruínas/RJ




As violas de Eduardo Machado e Fábio Neves estarão “voando” sobre o Rio de Janeiro no mês de julho. Serão duas apresentações do espetáculo Prosa de Violas, nos dias 14 e 28 de Julho de 2012, às 16:00 horas, no Centro Cultural Parque das Ruinas (Santa Teresa).

O Prosa de Violas é um projeto criado pelos violeiros, em 2011, com o intuito de reacender o uinverso cultural da viola caipira e apresentar a viola de cocho no Estado do Rio de Janeiro. Sua proposta artística reúne músicas selecionadas do cancioneiro tradicional e peças instrumentais, escolhidas por destacarem a bela sonoridade dos instrumentos, bem como as performances dos músicos.

O projeto evidencia as diferenças de linguagens musicais, tais como toques, ritmos e ponteados, praticadas conforme sua incidência geográfica no Brasil. Isso porque a viola é cultivada de norte a sul do país. Somando a isso entremeiam-se causos e poesias apresentados com artifícios cênicos.

“Queremos resgatar a atenção do público fluminense aos universos simbólicos e crenças que envolvem o imaginário da viola caipira e da viola de cocho.”


S E R V I Ç O

Atração: PROSA DE VIOLAS

Músicos: EDUARDO MACHADO e FÁBIO NEVES

Contato: fabioneves_produçãomusical@yahoo.com.br

Data: 14 e 28 de julho de 2012

Horário: 16:00 hs

Entrada: GRATUITO

Classificação indicativa: LIVRE

Local: CENTRO CULTURAL PARQUE DAS RUÍNAS

End.: RUA MURTINHO NOBRE, 169, SANTA TERESA – RIO DE JANEIRO/RJ

Informações: (21) 2215-0621 e (21) 2224-3922 | parquedasruinas@gmail.com




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao