quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Fábio Neves em Pinho Brasil Tiny Sessions

Créditos: Lu Vilela


Fábio Neves é um instrumentista que se especializou em instrumentos de cordas, tais como o violão e a viola brasileira. Na série Pinho Brasil Tiny Sessions o artista compartilha a sua sensibilidade e as suas criações musicais do forma introspectiva.

O artista vem aprofundando o seu trabalho de forma original. Para além dos instrumentos que o acompanham desde o início de sua carreira, Fábio vem buscando novos recursos e possibilidades sonoras. É o caso, por exemplo, da sua composição "Jardins", composto e executada no hang.

Confira abaixo o trabalho do artista.






Os vídeos acima fazem parte da série Pinho Brasil Tiny Sessions. Na série, buscamos divulgar a criação musical de artistas com relevante expressão cultural na música brasileira. Os primeiros episódios também contam com performances de Claudia Usai e Max Kühn, Dhenni Santos e Gustavo Ballesteros, e participações de Adriano Carvalho, Léo de Freitas, Marcelo Coutinho e Timóteo Costa.




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

A era dos multi-instrumentos



Com o avanço tecnológico estamos chegando na era dos multi-instrumentos. Alguns recursos similares aos desenvolvidos pela Roli permitem que as sonoridades peculiares de determinados instrumentos possam ser fielmente reproduzidas em outros instrumentos de características bem distintas.

No caso da Roli, foram adicionados à tradicional estrutura de teclas recursos que permitem expressividade, vibrato e arrastes. Artifícios que originalmente não fazem parte do tradicional instrumento de teclas.








Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Gustavo Ballesteros em Pinho Brasil Tiny Sessions



Passeando por diferentes vertentes Gustavo Ballesteros traz a música guardada no peito. Na série Pinho Brasil Tiny Sessions o artista compartilha a sua sensibilidade com outros grandes músicos, Marcelo Coutinho, Adriano Carvalho e Timóteo Costa.

A obra musical de Gustavo vem lhe trazendo reconhecimento internacional. Recentemente, o pianista e compositor foi premiado no Independent Music Awards 2018, categoria "Música Instrumental", conquistando o resultado tanto por voto popular quanto pela escolha do júri.

Confira abaixo o trabalho do artista.






Os vídeos acima fazem parte da série Pinho Brasil Tiny Sessions. Na série, buscamos divulgar a criação musical de artistas com relevante expressão cultural na música brasileira. Os primeiros episódios também contam com performances de Claudia Usai e Max Kühn, Dhenni Santos e Fábio Neves, e participações de Adriano Carvalho, Léo de Freitas, Marcelo Coutinho e Timóteo Costa.




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

Novos Caminhos entre a Música e a Dança



A estreita relação entre a música e a dança não é uma novidade. No entanto, o encontro entre o lirismo de Yo Yo Ma e os sutis movimentos de Lil Buck é algo para se apreciar com bastante atenção.

Este encontro entre o dançarino e um dos músicos mais respeitados internacionalmente arranca suspiros e emociona, baseando-se no contraste e nas nuances musicais. Não há palavras que expressem isso melhor do que a própria performance dos artistas.








Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Claudia Usai e Max Kühn em Pinho Brasil Tiny Sessions



Atitude e energia canalizadas para a música de protesto! Ou não seria para nos alertar sobre o quanto as coisas estão fora da ordem?

As canções e performances desta dupla sustentam o grito que não queremos calar. E há um misto de delicadeza e sobriedade nisso tudo. É assim que Claudia Usai e Max Kühn abordam através da música o seu desejo por dias melhores que ainda hão de vir.







Os vídeos da dupla fazem parte da série Pinho Brasil Tiny Sessions. Na série, buscamos divulgar a criação musical de artistas com relevante expressão cultural na música brasileira. Os primeiros episódios também contam com performances de Dhenni Santos, Fábio Neves, e Gustavo Ballesteros; e participações de Adriano Carvalho, Léo de Freitas, Marcelo Coutinho e Timóteo Costa.




Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao

Renato Andrade



Relembrar a arte de Renato Andrade no ponteado da viola e nos "causos" contados com maestria nos faz lembrar que a música participa de um contexto maior. Renato nos fez perceber que a sua música traz o tempero certo para a sensibilidade humana e para as relações entre as pessoas.

Me lembro de assistir Renato pela televisão, eu ainda criança. Eu ficava admirado com o seu sorriso toda vez que punha a viola para cantar. E a violinha cantava tão bonito; não tinha gente capaz de resistir ao feitiço dessa sonoridade.

Que tal reviver um pouco desta arte novamente?






Acompanhe as novidades do blog também pelo twitter: @fneves_violao